ASSOCIAÇÃO DAS IGREJAS BATISTAS DO SUL DE MINAS GERAIS

ORDEM DOS PASTORES BATISTAS – SECÇÃO M. GERAIS

SUBSECÇÃO SUL – MG

Presidente – Pr. Wagner Ferreira

Sul de Minas Gerais, abril de 2013

ÀS IGREJAS DA ASSOCIAÇÃO DO SUL DE MINAS

A Ordem dos Pastores do Sul reunida no dia 04.08.2012 em Bueno Brandão decidiu emitir este documento para auxiliar as igrejas quanto às qualificações do ministro.

De acordo com a declaração da Palavra de Deus que é a autoridade máxima e final, a qual está acima de qualquer estatuto, regimento interno ou procedimentos democráticos, o pastor deve ser irrepreensível (I Timóteo 3.1-7).

  • Marido de uma só mulher – Não deve ser divorciado, recasado;

  • Equilibrado – Aquele que tem auto-controle;

  • Sensato – prudente nas suas decisões;

  • Respeitável – Homem de palavra;

  • Hospitaleiro – Recebe bem os que se aproxima de sua vida;

  • Apto para ensinar – Teologicamente preparado;

  • Não apegado ao vinho– Não dado a nenhum vício;

  • Não violento – não maltrata seus filhos, esposa e outras pessoas;

  • Amável – Sempre disposto a perdoar, ceder e resignar e é paciente com as limitações das ovelhas;

  • Inimigo de contendas – Um pacificador de conflitos;

  • Não Avarento – Não amante do dinheiro;

  • Que governe bem a sua casa – Tem os filhos e esposa em sujeição e temor;

  • Não neófito – Não pode ser novo convertido, deve ser alguém com experiência;

  • Que tenha bom testemunho dos de fora – Uma vida correta aos olhos do mundo;

Mesmo que as Instituições Batistas e determinadas igrejas aceitem homens sem qualificações bíblicas para o ministério pastoral, desejamos expor nossa posição e dar as devidas orientações às Igrejas da ASSIBASUL. Estamos dispostos a esclarecer quaisquer dúvidas e apoiar a todos que querem seguir o padrão de Deus e retornar a razão e fundamentação das Escrituras. As exigências para o ministério pastoral são altíssimas, porque a obra de Deus é preciosíssima. Porém a igreja deve tratar seu pastor com honra e dignidade porque isto também é bíblico. (I Tm 5.17. – I Ts 5.12-13).

No dia 6 de abril de 2013 a Ordem dos Pastores Batistas do Sul de Minas reunida na sede da PIB de Três Corações, decidiu por unanimidade dos presentes, que enviaria juntamente com o documento acima uma nota de insatisfação e contrariedade com relação à eleição de uma mulher no corpo da diretoria da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil. A Ordem dos Pastores Batistas do Sul de Minas não encontra nenhuma base bíblica para o ministério pastoral feminino.

Entendemos e ensinamos que as mulheres tem um papel fundamental no Reino de Deus, mas por decreto divino, o ofício pastoral ficaria somente a cargo dos homens. ( I Timóteo 2.9-15)

Na Graça do mestre

Pr Wagner Ferreira

Presidente da OPBB – Sub Seção Sul de Minas Gerais